Significado de Analogia

O que é Analogia

Analogia é uma palavra com origem no grego antigo, significando “proporção”, tratando da relação de semelhança entre duas ou mais entidades distintas.

O que é Analogia?

Analogia é um processo de transferência de informação ou de significado entre uma fonte e um alvo, ou seja, entre duas coisas diferentes, podendo também significar uma expressão linguística correspondentes ao processo.

De uma forma mais clara, analogia é a aplicação de um argumento de uma coisa para outra coisa, podendo ser em oposição à dedução, de indução e abdução, devendo apenas manter uma das premissas, a original. Também podemos afirmar que a analogia é a relação entre uma fonte e um alvo.

A analogia tem um modelo próprio, onde A está para B, assim como C está para D. Podemos dizer, por exemplo, que “a cabeça está para o cérebro, assim como a casca está para o miolo do pão”, ou seja, existe uma relação entre a cabeça e a casca, como entre o cérebro e o miolo do pão.

De uma forma geral, as analogias são fluídas, revelando algumas imperfeições na comparação, já que aparentemente nada uma coisa nada tem a ver com a outra, mas que se completam de uma forma lógica e racional.

Usamos a analogia para a solução de muitos problemas, para a tomada de decisões, para exercitar a criatividade e a memória, para nos expressarmos e mostrar nossa forma de raciocinar e criar um novo estilo de comunicação. Com a analogia podemos identificar locais, pessoas e objetos, utilizando exemplificações, metáforas, comparações, alegorias e parábolas, mas nunca metonímias.

Podemos considerar a analogia uma excelente figura de linguagem, não só no cotidianos e no senso comum, como no uso de provérbios e expressões do idioma, mas também em ciência, em filosofia e em humanidades. Para criar os conceitos de analogia podemos usar a comparação, a semelhança e a correspondência.

Desta forma, podemos até mesmo comparar uma cabeça e um corpo com um capitão e seus soldados, usando a cabeça e o capitão como o comando, como uma entidade, enquanto o corpo e os soldados são os comandados. Tanto a cabeça quanto o capitão estão para comandar, enquanto o corpo e os soldados estão para receber ordens.

A analogia é aplicada na Filosofia como forma de averiguação das premissas da semelhança entre objetos ou ideias. Na Gramática, é um fenômeno responsável pela formulação de uma nova linguística, consistindo na razão da formação de algumas palavras.

Analogia em Biologia

Analogia e homologia são conceitos relacionados com a evolução das espécies na Biologia. A semelhante em nível morfológico e funcional apresentadas mostram componentes análogos (semelhantes), mesmo tendo procedência diferentes e com constituição distintas entre si.

Desta maneira, podemos considerar a asa de uma ave e a asa de um inseto, que são estruturas análogas, desempenhando a mesma função, mas que têm origem totalmente diferentes quando tratamos da embriologia.

O inverso também pode acontecer com estruturas homólogas, quando pensamos no braço do homem e na pata dianteira de um animal quadrúpede, que são espécies diferentes, com estruturas que servem para coisas distintas, embora os animais e os homens tenham uma origem ancestral comum.

Analogia no Direito

Na área jurídica, a analogia é o método utilizado para integração de lacunas na legislação. O advogado pode utilizar-se da analogia quando faz uma comparação entre casos diferentes, mas que tenham um canal para apresentar a mesma resposta.

Neste caso, a analogia tem como base o princípio da igualdade jurídica, afirmando que é preciso estabelecer a mesma solução para a mesma infração ou razão da lei. No entanto, existem casos em que não se pode aplicar a analogia, como na fiança, em leis fiscais, em negócios jurídicos e no direito penal.

O significado de Analogia está na categoria Significados