Significado de Ciência

O que é Ciência

Ciência é um substantivo feminino, com origem na palavra em Latim scientia, que tem como significado conhecimento ou saber.

Significado de Ciência

Hoje em dia, denomina-se a ciência como o conhecimento adquirido através do estudo ou da prática, sempre com base em princípios estabelecidos e corretos, experimentados e estudados ao longo dos séculos. Isso quer dizer que o conhecimento deve ser conquistado por meio de métodos científicos (que se inicia por premissas e sendo afirmado por meio de experimentações para que vire uma verdade científica).

A ciência é composta por vários conjuntos de conhecimentos de inúmeras áreas, onde cada uma – com suas comprovações ou teorias desenvolvidas, passam pelos princípios estabelecidos em cada área individualmente, e com sua própria base de métodos científicos.

Entende-se, portanto, que para a ciência e independentemente da área, é importante que o conhecimento seja sempre certificado: precisa-se apresentar provas para comprovar a veracidade. O nome para este conceito é metodologia científica, possuindo como características os juízos de valor e uma metodologia sem preconceitos.

Pode-se afirmar que a ciência e suas variadas vertentes evoluíram muito ao longo dos séculos, especialmente nos últimos dois séculos, graças ao advento da tecnologia e novos meios de pesquisa e verificação.

O pai da ciência moderna, é curioso saber, é Galileu Galilei, que sempre lutou por novos saberes.

A ciência está dividida principalmente em: ciências exatas e ciências humanas.

  • Ciências exatas: trabalha com a constatação, ou seja, trabalham com todo o conhecimento sobre a prática científica – baseada em expressões quantitativas. Exemplos dessa área são a Matemática, Física, Engenharia, Química e Astronomia. Alguns ramos da Biologia e da Economia podem fazer parte deste grupo.
  • Ciências humanas: trabalha com teorias, suposições e verificações, ou seja, aborda o que se associa ao ser humano. Exemplos dessa área são Antropologia, Direito, História, Psicologia, Sociologia, Economia Social e Política Social.

É claro que a divisão da ciência serve, primeiramente, para referência, pois mesmo com seus diversos pilares (divisões e subdivisões), a ciência é uma só e possui suas fronteiras muito bem definidas para estudo.

A ciência pode ser dividida de acordo com o objetivo:

  • Em função dos alvos de estudo,
  • Em função da finalidade do estudo,
  • Em função do grau de precisão das teorias de estudo,
  • Em função da área de estudo,
  • Em função dos métodos empregados no estudo.

É interessante saber que a ciência não se denomina como a dona da verdade, já que uma simples evidência pode quebrar verdades antes estabelecidas.

A ciência, para tanto, não é absoluta e inquestionável, utilizando-se de hipóteses para contrastá-las da realidade.

Ciência e Tecnologia

Há uma ligação forte entre ciência e tecnologia, sendo que esta última é considerada uma aliada (talvez a principal) da ciência.

Graças a tecnologia, a ciência pode avançar consideravelmente nos últimos tempos. Sendo assim, o desenvolvimento do conhecimento científico é resultado dos equipamentos tecnológicos, como, por exemplo, microscópios eletrônicos.

Comemora-se o Dia da Ciência e Tecnologia em 16 de outubro.

Ciências Sociais

As ciências sociais fazem parte do grupo de ciências humanas, estudando o comportamento humano, suas relações e o desenvolvimento dos mesmos na sociedade e em diversas culturas.

Desse modo, as ciências sociais abraçam as normas de convivência, formas de organização social e diversos estudos realizados dentro da sociologia e psicologia comportamental, por exemplo.

Ciências Contábeis

Enquanto que as ciências sociais fazem parte das ciências humanas, tem-se as ciências contábeis como elemento das ciências exatas.

As ciências contábeis possuem atribuições e responsabilidades relacionadas as contas de instituições, empresas e órgãos públicos, bem como os registros e controles dos lucros, receitas e despesas.

Outras funções pertinentes a área de ciências contábeis são de:

  • Prever a análise do mercado,
  • Prever as ocorrências econômicas que podem afetar as metas pré-estabelecidas da organização, assim como seu direcionamento do negócio,
  • Controlar e administrar processos de compras e vendas (e também investimentos e aplicações),
  • Efetuar pagamentos de tributos,
  • Proceder a auditorias e perícias contábeis,
  • Corrigir falhas aleatórias no processo contábil.

O profissional, para trabalhar como contabilista, deve ter cadastro no Conselho Regional de Contabilidade – um exame de suficiência é obrigatório desde 2010.

Ciências Naturais

Ciências Naturais são aquelas que trabalham com os fenômenos naturais – observados da natureza e seus processos, de modo a determinar as relações entre eles, criando leis e regras.

O ramo das Ciências Naturais é descritivo, através de investigações – sem aplicações concretas do conhecimento que é adquirido.

Exemplos dessa área são a Biologia, Medicina, Geografia, Geologia e Paleontologia.

Ciências Atuariais

Ciências atuariais surgiram no começo do século XIX, na Inglaterra. Essa área possui responsabilidades associadas as áreas de pensão e aposentadoria – possuindo como objetivo o estudo da mortalidade (riscos e expectativas de vida, por exemplo) de uma população e garantir que doentes ocupacionais e idosos sobrevivam, mesmo sem poderem desempenhar suas atividades.

O profissional deve ter noções de matemática estatística e financeira para realizar e analisar os riscos e expectativas.

O significado de Ciência está na categoria Significados