Significado de Elefante Branco

O que é Elefante Branco

Elefante branco é um substantivo masculino. Elefante é um termo classificado como substantivo masculino, originário do Grego elephas, que significa “marfim, elefante”. Branco é um adjetivo e substantivo masculino, que vem do Frâncico blank, que quer dizer “claro, branco, brilhante”.

O significado de Elefante branco é um vocábulo usado para se referir a alguma coisa valiosa ou de alto orçamento, porém que não dispõe de nenhuma utilidade.

Elefante branco classifica aquilo que foi conquistado com muito esforço ou com muito dinheiro, mas que acaba não tendo qualquer (ou pouca) utilidade/importância prática.

De maneira popular, a expressão elefante branco é bastante utilizada para designar os presentes que são estranhos, grandes e volumosos que não têm serventia para a pessoa que o recebe, mas que também não pode dispensá-los.

É claro que elefante branco também aparece na área governamental, isto é, na esfera política e empresarial, onde indica as obras ou projetos públicos construídos e que possuem pouca ou quase nenhuma serventia para a população, que não são utilizadas pela sociedade.

Por exemplo: “Os estádios da Copa do Mundo de 2014 se tornaram elefantes brancos.”

Além deste exemplo, destacam-se outras obras que foram feitas para aquela época e que acabaram abandonadas pelo governo. Os investimentos foram altos e inúteis: clássicos elefantes brancos.

O elefante branco, tratando-se agora do animal em si, existe. Sendo um tipo de elefante albino, ele pode ser encontrado na Ásia, mas é muito raro. Na realidade, sua coloração não atinge realmente o branco, mas sua pelagem é mais clara que a maioria das outras espécies.

“Elefante Branco” é o nome de uma música presente no álbum do cantor Ritchie com o grupo de Tigres de Bengala, do ano de 1993.

“Elefante Branco” é também um filme latino-americano, lançado em 2012, de direção de Pablo Trapero.

Lenda do elefante branco

A expressão “elefante branco” tem uma origem curiosa e antiga, ainda na época do reino de Sião, onde atualmente se localiza a Tailândia.

Foi através de um costume antigo que o “elefante branco” permanece hoje como uma forma de determinar alguma coisa valiosa, porém inútil.

Conforme a lenda, o elefante branco – o animal – era raríssimo e tido como sagrado pelo povo. De acordo com a regra, caso um exemplar desse belíssimo animal fosse encontrado, ele deveria ser entregue de maneira imediata ao rei.

Se algum de seus súditos ou cortesãos caísse na desgraça do rei, isto é, não o agradasse, o rei o presenteava com um elefante branco.

Por ser um animal sagrado, ele não poderia ser negado ou dado para outra pessoa. Por isso, o súdito ou cortesão tinha a obrigação de cuidar e alimentar o animal, afinal ele era um presente real também.

Entretanto, isso representava muitas despesas e trabalho e nenhum retorno para o indivíduo, seja financeiro ou outra utilidade.

Foi a partir disso, com a observação desta prática, que a expressão “elefante branco” surgir com a conotação atual.

Compartilhe este significado: