Significado de Ética

O que é Ética

Ética é uma palavra que vem do termo grego ethos, que quer dizer “bom costume” ou “aquele que possui caráter”.

O que é Ética

Ética é uma área da filosofia que se dedica a estudar, entender e postular a respeito de assuntos morais.

Em termos mais práticos, a ética é a área da filosofia que estuda as condutas do ser humano em sociedade. Comportamentos éticos são aqueles comportamentos considerados corretos, que não ferem a lei, o direito de outra (s) pessoa (s) ou qualquer espécie de juramento feito anteriormente. Por esses motivos é comum ouvir expressões como ética médica, ética jurídica, ética empresarial, ética governamental, ética pública etc.

A ética pode parecer ser semelhante a lei, mas nem tanto. Certamente, todas as leis deveriam ser regidas por princípios éticos. Mas a ética em si tem a ver com a conduta de um cidadão frente a seus semelhantes, é uma questão de respeito pela vida, patrimônio e bem estar próprio e alheio. Ética é questão de honestidade e de retidão de caráter. A lei não cobre todos os princípios éticos e nem toda atitude antiética é criminosa. Por exemplo, a mentira é algo antiético, mas mentir em si não é considerado crime.

Uma das mais importantes contribuições para a área da filosofia ética deve-se a Aristóteles e seu livro “Ética a Nicômaco”. Este livro, na verdade, é uma coletânea composta por dez livros. Nestes livros, Aristóteles mostra-se preocupado com a educação e com a felicidade de seu filho. Através deste pretexto, o filósofo desenvolve um livro que leva os leitores a refletirem a respeito de suas ações, buscando pensar de forma racional e buscar a felicidade: tanto a individual quanto a coletiva.

A ética, para Aristóteles é parte da política e precede a política: para que haja política é preciso que, antes, exista a ética.

Na filosofia de Aristóteles, agir com ética é fundamental para alcançar a felicidade, tanto a individual quanto a coletiva. A felicidade à qual o filósofo se refere não tem a ver com paixões, riquezas, prazeres ou honrarias, mas sim com uma vida de virtudes, sem pender para nenhum dos extremos.

O livro “Ética a Nicômaco” exerceu grande papel na história da filosofia, pois foi o primeiro tratado escrito a respeito da ação do ser humano em sociedade e ao longo da história da humanidade.

Após Aristóteles, a ética tomou outro rumo durante a Idade Média. Neste período, devido à grande influência da religiosidade da época e dos costumes tanto cristãos quanto islâmicos. Assim, a ética já não era mais a eudaimonia, ou seja, a busca pela felicidade, mas sim a interpretação de preceitos e mandamentos da religião.

Durante o período do Renascimento, a filosofia do período pedia a negação dos costumes medievais. Por isso, a ética voltou às suas origens. A preocupação religiosa já não era mais tão constante. A ética havia voltado a dizer respeito à vida em sociedade, à busca da felicidade e a formas de melhor convivência humana. As tradições religiosas foram relegadas a segundo plano e as filosofias clássicas foram retomadas pelos homens renascentistas da época.

Ética e Moral

Ética e moral são tópicos muito próximos, mas não são idênticos. A moral tem a ver com a obediência de leis, normas, regras ou costumes. A moral pode ser religiosa e, nesse caso, se trata da obediência aos mandamentos da religião à qual se pertence.

A ética engloba a moral, mas não se restringe a ela. A moral muda de acorda com a época, a sociedade, a cultura na qual se vive.  A ética, por sua vez, também engloba questões antropológicas e psicológicas. Um psicopata, por exemplo, pode não ter a mesma noção de ética que as outras pessoas.

Ética ainda engloba política, sociologia, pedagogia e outras áreas. A ética é a aplicação da moral e dos costumes, mas com fundamentos da razão, ou seja, é a racionalização da cultura.

Ética no Serviço Público

Um ponto bastante discutido no Brasil é a ética no serviço público. O ideal é que todos os seres humanos ajam com ética, mas aqueles que trabalham com serviço público são mais observados em suas condutas.

Ao ser eleito para um cargo público, o cidadão carrega a confiança que a sociedade nele depositou e a esperança de que cumpra seu serviço com valores éticos.

Dois cargos públicos que frequentemente se encontram em problemas éticos são os políticos e os policiais.

Os escândalos políticos de corrupção, como mensalão e petrolão, são resultado de atitudes criminosas que ferem a ética e a moral. Os escândalos da polícia, em especial a militar, costumam envolver ações truculentas ou tiros desnecessários, muitas vezes levando à morte de inocentes. Também são ações que ferem a ética e a moral.

Caso os profissionais passem a agir de forma ética, respeitarão mais a sociedade, tanto sua vida como seu patrimônio. Assim, é possível que os escândalos não aconteçam mais.

Ética Imobiliária

A ética imobiliária está relacionada ao modo como os corretores ou agentes imobiliários tratam seus clientes e potenciais clientes.

É importante, e isso não apenas no ramo imobiliário, ter credibilidade. A credibilidade é conquistada quando se trabalha de maneira ética, sem mentiras, enganações ou esquemas maliciosos.

Um exemplo de falta de ética no ramo imobiliário é quando o corretor força a venda de um imóvel escondendo defeitos, falhas ou problemas documentais. Assim, aquele que compra o imóvel, compra em engano, sem saber da realidade.

O trabalho imobiliário de maneira ética leva em consideração o que o cliente quer, o dinheiro que ele dispõe e, ainda, um relacionamento transparente. O trabalho ético busca que todas as partes estejam satisfeitas, buscando o bem comum e esquecendo o individualismo. Desta forma, é muito provável a fidelização do cliente.

O significado de Ética está na categoria Significados