Significado de Exílio

O que é - Exílio

Exílio é um substantivo masculino que significa expulsão da pátria, deportação, degredo. Ou seja, ocorre quando uma pessoa deixa o país de origem, obrigada ou voluntariamente.

Com isso, o significado para exilado é aquele que se exilou (auto-exílio) ou foi exilado, separado de sua pátria.

Exílio também tem como significado um lugar solitário, não habitado, muito distante. E, em sentido figurado, pode representar uma pessoa que prefere viver na solidão, se excluindo do convívio com outras pessoas.

A palavra exílio tem os seguintes sinônimos:

  • Banimento;
  • Degredo;
  • Desterro;
  • Retiro;
  • Solidão.

A palavra expatriação é um pouco diferente de exílio na medida que a pessoa toma a atitude de mudar de país por vontade própria, objetivando um acréscimo em sua carreira. É um movimento calculado e até mesmo incentivado dentro da própria empresa (pode gerir uma filiar, por exemplo) ou dentro de um governo (os médicos cubanos que vieram ao Brasil pelo Mais Médicos).

Exílio tem tantas histórias que até mesmo na Bíblia ele é mencionado. Mas o que significa exilio na Bíblia? Bem, trata-se do exílio babilônico, ocorrido a partir de 598 a.C., quando houve uma deportação em massa do povo judeu que estava em Judá para Babilônia após Jerusalém ter sido sitiada. O exílio foi encerrado em 538 a.C., quando Ciro II autorizou o retorno dos judeus exilados.

O exílio na Ditadura Militar

O exílio político é um dos tipos mais conhecidos e ocorreu durante o período da Ditadura Militar no Brasil, entre 1964 e 1985. Muitos brasileiros foram obrigados a deixar o país por serem contra o regime ditatorial implantado pelos militares em parceria com uma parte da sociedade civil à época.

Intelectuais e artistas passaram alguns anos sob exílio na Ditadura Militar, tais como os músicos Caetano Veloso (Inglaterra), Chico Buarque (França), Gilberto Gil (Inglaterra), o poeta Ferreira Gullar (União Soviética, Chile, Argentina e Peru), o arquiteto Oscar Niemeyer (França), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (Chile e França) e o cineasta Glauber Rocha (Estados Unidos e vários países da América Latina).

Apesar de ter sido composta por Gonçalves Dias em 1846, “Canção do Exílio” se tornou um hino para os exilados políticos brasileiros durante o regime militar. O poema, escrito em meio à primeira onda do Romantismo no Brasil, está cunhado de nacionalismo, reforçando os valores brasileiros em detrimento da metrópole portuguesa.

Com isso, a caracterização do eu lírico do poema “Canção do Exílio” se dá no momento que ele expressa o saudosismo ante a sua terra natal, que está muito distante dele, como pode ser visto nas primeiras estrofes:

“Minha terra tem palmeiras,

Onde canta o Sabiá;

As aves, que aqui gorjeiam,

Não gorjeiam como lá”.

O significado de Exílio está na categoria Significados