Significado de Socialismo Científico

O que é Socialismo Científico

Socialismo Científico é um termo cunhado por Karl Marx e Friedrich Engels na primeira metade do século XIX para designar o seu conjunto de teorias críticas ao sistema capitalista, que pretendiam ser mais bem fundamentadas do que as teorias dos outros socialistas da época, que ficaram conhecidas como socialismo utópico.

As teses do socialismo cientifico partem de uma análise profunda e complexa da história, economia, sociologia e filosofia, buscando encontrar e sanar as contradições que levaram a sociedade a desenvolver um sistema econômico onde uma pequena minoria da sociedade detém os meios de produção, a classe dominante, enquanto a imensa maioria não possui nada além de sua força de trabalho, e para sobreviver, não tem outra opção além de se submeter às normas e ao regime de trabalho imposto por essa classe rica.

O socialismo científico surgiu também para fazer uma crítica às péssimas condições de trabalho a que eram submetidos os trabalhadores do século XIX. Além das imensas desigualdades sociais, as condições de trabalho então eram as piores possíveis, os trabalhadores não tinham direitos; muitas vezes tinham que trabalhar em troca de alguma simplória alimentação; idosos, crianças e pessoas enfermas trabalhavam sob as mesmas condições dos adultos; a carga horária poderia chegar até a 16 horas diárias; o número de acidentes de trabalho era muito grande, enfim, a vida do trabalhador era muito dura e difícil então.

Para mudar essa situação, Marx e Engels lançaram suas ideias através de livros que fizeram muito sucesso e que influenciam o mundo todo desde então, contribuindo para que hoje em dia as condições dos trabalhadores fossem bem melhores, com diversos direitos conquistados, como férias, aposentadoria, auxílio doença, décimo terceiro salário, hora extra, salubridade, vale transporte, fundo de garantia e etc.

Socialismo científico e Marxismo

Entre as obras do socialismo científico, destacam-se o Manifesto do Partido Comunista, livro lançado em 1844, e O Capital, obra de Marx lançada em 1867. Essas obras denunciam as contradições e a exploração do homem pelo homem do sistema capitalista e propunham-se também a promover uma conscientização maior da classe trabalhadora para lutar pelos seus direitos e transformar a sociedade. Podemos dizer que socialismo científico é o mesmo que o conjunto de ideias que ficou conhecido como marxismo.

Num sentido história-filosófico, o que as ideias do socialismo científico propunham, influenciadas por Hegel, é que a história caminha para a evolução do homem, e essa evolução passa necessariamente por algumas etapas visíveis nos sistemas econômicos vigentes em cada época.

Assim, de uma sociedade baseada na escravidão, passou-se para a sociedade feudal. Depois, tivemos o absolutismo mercantilista, que evoluiu para o capitalismo com a revolução industrial. A partir daí, para Marx e Engels, a sociedade evoluiria para a ditadura do proletariado, pois a exploração capitalista iria criar uma consciência de classe que fatalmente culminaria com uma revolução onde o trabalhador assumiria o poder e implantaria uma ditadura que serviria de base para o socialismo.

O socialismo teria um estado forte, onde o interesse coletivo estaria sempre acima do interesse individual, e a sociedade de classes iria paulatinamente sendo abolida, até que finalmente a história da humanidade chegaria no seu auge, com a implantação do comunismo, numa sociedade totalmente sem classe e sem governo onde todos trabalhariam em prol de todos em perfeita comunhão e harmonia.

O significado de Socialismo Científico está na categoria Significados