Significado de Canibalismo

O que é Canibalismo

Canibalismo é um termo que pode ter surgido do idioma indígena arawan, falado no Caribe, na época do descobrimento da América por Colombo. Segundo os relatos espanhóis, diversas tribos da região do Caribe praticavam o canibalismo, tendo costumes antropofágicos. De Caribe, os espanhóis extraíram o termo “canibales”, referindo-se a esses estranhos costumes, gerando o atual canibal e o substantivo canibalismo.

O que é canibalismo?

O canibalismo é mais frequentemente aplicado à relação ecológica existente entre certos tipos de animais, que se alimentam de indivíduos da mesma espécie. De acordo com biólogos, a prática se destina a melhorar a evolução das espécies, eliminando os indivíduos menos aptos, provenientes de ninhadas em que surgem espécimes imaturos ou defeituosos, tratando-se, portanto, de seleção natural.

Em algumas espécies, o canibalismo pode servir para alimentação da prole, como é o caso das aranhas que costumam devorar os machos depois da cópula. Embora sua alimentação seja de insetos, as aranhas não se furtam a atacar os machos, deduzindo-se que seja em virtude das proteínas que eles possuem, que serviria para fortalecer a prole.

O canibal é aquele que pratica o ato de comer um ser vivo da mesma espécie. No caso do canibalismo, embora o termo seja mais aplicado a animais que comem outros de sua própria espécie, também é usado para o ser humano, denominando tribos que costumavam praticar o ritual do canibalismo como forma de trazer para si a força do inimigo morto em batalha.

Nesses casos, o canibalismo possui praticamente o mesmo significado de antropofagia, embora antropofagia não possa ser considerada um sinônimo de canibalismo.

A palavra antropofagia é proveniente do grego anthropophagia, onde anthropo significa homem e phagia tem o significado de comer, ou seja, antropofagia é o ato de comer carne humana. Neste caso, antropofagia é apenas relacionada à espécie humana e não aos animais.

O canibalismo generaliza muito mais, consistindo no ato de comer um ser vivo da mesma espécie. Se um animal se alimenta de outro animal, de espécie diferente, a situação não é caracterizada como canibalismo, referindo-se apenas a predador e presa. No caso de um animal se alimentar de um ser humano, como um leão que ataca um home, podemos dizer que o animal é antropófago.

Na atualidade esporadicamente vemos casos de canibalismo, que se apresenta como uma prática em rituais satânicos ou em religiões pagãs, em que um indivíduo pode ser sacrificado em honra de alguma entidade ou divindade, servindo sua carne para atrair forças para os praticantes dos rituais. O significado, nesse caso, é comer também a alma do sacrificado, alimentando-se com as energias do morto, que irão revigorar as suas energias espirituais.

Canibalismo humano

Nas sociedades antigas, o canibalismo humano era um característica mais costumeira, principalmente entre tribos menos civilizadas, sendo comum entre eles, embora nos pareça de uma brutalidade extremada. Nas sociedades antigas dedicadas ao canibalismo, o ato de comer carne humana era praticado apenas em rituais e cerimônias, movidos que eram os membros dessas sociedades por uma crendice religiosa.

O canibalismo, hoje, é considerado crime em todos os países ocidentais, sendo a figura do canibal repudiada e tratada até mesmo como uma pessoa portadora de doenças ou distúrbios mentais, já que se trata de uma característica cruel, mostrando falta de empatia pelo sofrimento alheio.

Na história já tivemos casos de canibalismo humano isolados, como ocorreu no famoso acidente dos Andes, no século passado, em que os sobreviventes se viram obrigados a comer pedaços dos corpos dos que tinham morrido no acidente para poder sobreviver e aguardar salvamento.

Canibalismo no Brasil

Entre os índios Tupinambá, que viviam na região Nordeste da costa brasileira, o canibalismo era uma prática bastante comum, fazendo parte de um ritual de guerra, com os índicos consumindo a carne dos guerreiros adversários mantendo o objetivo de absorver a coragem e a bravura do inimigo.

Entre essas tribos, servir de alimento aos vencedores era uma das formas mais honrosas de morrer, significando que o guerreiro tinha se mostrado corajoso e que tinha um espírito forte o suficiente para matar a fome espiritual dos vencedores.

Canibalismo em biologia

O canibalismo, presente em várias espécies animais, é uma forma de relação ecológica, servindo tanto para a seleção natural quanto para a pura alimentação, como é o caso de escorpiões e louva-a-deus, em que os espécimes atacam e devoram o macho depois de consumado o ato sexual.

O significado de Canibalismo está na categoria Significados