Significado de Demanda Agregada

O que é Demanda Agregada

Demanda Agregada significa o somatório de bens e serviços que em certo modelo da economia os agentes econômicos, isto é, o Estado, as empresas e os consumidores estão dispostos a comprar por um preço decidido em tal mercado por um tempo.

  • A demanda agregada ocorre para um determinado período e nível de preços.
  • O PIB (Produto Interno Bruto) possui este tipo de demanda e acontece quando os níveis de estoque de uma nação são fixos.

Ou seja, o conceito de demanda agregada é a quantidade de serviços ou bens que a totalidade dos consumidores deseja e está disposta a adquirir em determinado momento e por determinado preço. A demanda agregada indica o gasto total (PIB real) da economia à nível de preços.

A demanda agregada está diretamente ligada:

  • Ao volume de moeda em poder dos governos, organizações e consumidores.
  • Aos gastos públicos.
  • Aos impostos e despesas a que os agentes econômicos estão sujeitos.
  • Da receita/renda/ganho em poder dos consumidores disponível para consumo, dentre outras variáveis.

“DA” é a sigla de demanda agregada (conhecida também como demanda total) e ocorre com a participação de todos os consumidores de um mercado.

A demanda agregada é composta de quatro elementos, sendo:

  • Os bens de investimento adquiridos pelas organizações para expandirem sua capacidade de produção.
  • O consumo de bens finais por parte das pessoas.
  • As exportações que também podem ser consideradas bens de investimento ou consumo.
  • E as compras do governo tanto de consumo como de investimento.

Em todos esses quatro componentes da demanda agregada, pode-se dizer que são os destinos dados à importação e à produção.

A relação de demanda agregada manifesta o efeito do nível e preços sobre o produto. É proveniente das condições de equilíbrio dos mercados financeiros e do mercado de bens.

A curva de demanda agregada

A curva de demanda agregada é uma curva que mostra a quantidade de serviços e bens que o governo, as empresas e as famílias desejam comprar a cada nível de preços.

Alterações na política fiscal ou na política monetária ou qualquer variável (exceto no nível de preços), que desloquem as curvas LM (liquid Preference/Money Supply - lado monetário - positivamente inclinada) ou IS (Investment Saving - lado real - negativamente inclinada); deslocam a curva de demanda agregada.

A curva de demanda agregada tem inclinação negativa por causa dos efeitos da taxa de câmbio, da renda e da taxa de juros.

Demanda agregada Keynes

O economista britânico John M. Keynes foi quem teve ideias que mudaram totalmente a teoria e a prática da macroeconomia e também as políticas econômicas impostas pelos governos.

De acordo com a ideia de demanda agregada Keynes, o crescimento econômico de um país surge a partir de mudanças que podem ser observadas no “lado real” da economia. Em outras palavras, o aumento dos gastos públicos, do consumo das famílias, do investimento produtivo e das exportações é que geram crescimento da demanda e como resultado, o aumento do PIB.

Demanda agregada ou efetiva

Em sentido mais amplo, a demanda efetiva faz parte da demanda agregada que se concretiza na aquisição de serviços e bens, e não a potencial procura por esses.

Demanda agregada fórmula

A composição da demanda agregada é:

  • C – consumo das famílias.
  • I – investimentos.
  • G – gastos do governo.
  • (X-M) – demanda líquida do setor externo: exportações menos importações.

Logo, sua fórmula é:

  • DA = C + I + G + (X-M)

O significado de Demanda Agregada está na categoria Significados