Significado de Klebsiella pneumoniae

O que é Klebsiella pneumoniae

Klebsiella pneumoniae é uma expressão latina utilizada para designar uma espécie de bactéria.

O nome da bactéria vem de seu descobridor, um médico e bacteriologista suíço chamado Theodor Albrecht Edwin Klebs. Já a palavra pneumonia vem do termo grego pneuma, que quer dizer espírito ou, por extensão, ar. No caso, pneumonias atacam os pulmões. O sufixo –ia é característico de doenças ou infecções. A terminação –ae é um sufixo que indica declinação, típico da língua latina e sem nenhum significado semântico.

O que é Klebsiella pneumoniae:

O significado de Klebsiella pneumoniae não é essencial para saber o que ela é: uma bactéria com o potencial de causar pneumonias e também infecções hospitalares, em especial as que tem como alvo o aparelho urinário e feridas. Em geral a bactéria contamina doentes com imunidade baixa ou deficiente, o que justifica sua capacidade de produzir infecções hospitalares.

A bactéria é caracterizada como gram-negativa, o que quer dizer que ela reage ao corante cristal violeta em tratamento com etanol-acetona, o que faz com que seja gerada a cor azul violeta.

Além disso, a bactéria é encapsulada, não necessita de ar para viver, não se move sozinha e possui formato de bastonete. Ela é da família das enterobactérias e pode ser encontrada em organismos vivos ou na natureza.

A bactéria Klebsiella pneumoniae sofreu mutação genética devido a convivência com antibióticos e fez com que ela se tornasse uma superbactéria. Assim, a Klebsiella é imune a diversos antibióticos e seu tratamento é difícil.

O ambiente úmido favorece sua sobrevivência, assim, ela pode viver em vegetais, no solo, em frutas, em fezes... Para evitar ser contaminado por ela basta seguir regras de higiene, como lavar as mãos. O uso de álcool para desinfecção também é indicado.

Causas

O contágio pela bactéria klebsiella pneumoniae pode se dar pela ingestão de alimentos ou água contaminados ou pelo contato das mãos ou de outra parte do corpo contaminada com a boca.

A klebsiella pneumoniae produz uma enzima chamada KPC, que é tão forte que consegue inativar os antibióticos para que eles não tenham efeito.

Sintomas

Os sintomas de infecção pela Klebsiella pneumoniae são como os de qualquer infeccção: febre, dor no corpo, prostração. Quando a infecção é urinária há a dor na bexiga e, quando a bactéria causa pneumonia, hpa a tosse seca.

No caso da pneumonia, há riscos de hemorragias, febre alta, problemas de respiração, dores no peito, calafrios e tonturas.

Tratamento

Por ser uma bactéria extremamente resistente a antibióticos, é essencial focar na prevenção, na higiene pessoal e higienização de alimentos que serão ingeridos.

Para tratar um paciente infectado pela klebsiella pneumoniae SSP (superbactéria), os médicos fazem uso de aminoglicosídeos, polimixinas, cefalosporinas, tigeciclinas e outros medicamentos mais fortes que antibióticos.

É improtante que essas substâncias não sejam ingeridas sem orientação médica. Não se deve praticar o autodiagnóstico nem a automedicação, pois estas práticas tornam as bactérias mais resistentes e, ao invés de ajudar, apenas pioram.

Em caso de problemas de saúde, procure um médico.

 

O significado de Klebsiella pneumoniae está na categoria Significados