Significado de Libertinagem

O que é Libertinagem

Libertinagem é um substantivo feminino. O termo vem do Latim libertas, que significa “o que é livre”.

O que é Libertinagem:

O significado de Libertinagem é, levando-se em conta sua palavra de origem, o “mau aproveitamento da condição de liberdade”, isto é, é a devassidão, o comportamento de um indivíduo que se entrega de forma desmedida aos prazeres. O nome de alguém que exerce a libertinagem, sendo devasso, insubmisso, dissoluto e insubordinado é chamado de libertino. A libertinagem é, em muitos casos, associada com a ideia do livre-pensamento.

Para a religião, o termo se determina como a descrença em relação aos preceitos religiosos que estão oficialmente regulamentados, ou seja, é a incredulidade religiosa. Na Bíblia, o termo libertinagem é referido como uma “obra da carne” (pode ser lido em Gálatas 5:19), isto é, quem vive desta está vivendo no pecado. Quem quer viver dedicando-se a Jesus e guiando-se pelo Espírito Santo não pode praticar a libertinagem.

De maneira geral, a libertinagem está relacionada com o uso da liberdade ao contrário dos princípios morais básicos, podendo ser manifestada de diversas formas. Um dos exemplos mais comuns são os prazeres sexuais – o indivíduo orienta sua vontade, não dando importância à opinião alheia e circunstâncias externas.

Embora a liberdade seja uma característica do ser humano, sendo uma qualidade inata, a libertinagem se transforma no mau uso desta, podendo afetar negativamente os próximos, podendo entende-la como o impacto negativo contra a própria natureza humana.

Para facilmente entender o que é libertinagem, pode-se destacar os seguintes aspectos de uma pessoa libertina:

  • Abusa da liberdade,
  • Faz coisas erradas e irresponsáveis,
  • Não reconhece limites, nem regras,
  • Utiliza a liberdade para pecar,
  • Rejeita e revolta-se contra as regras,
  • Satisfaz seus desejos sem se preocupar com as consequências.

Infelizmente, um libertino não entende que quando os limites são ultrapassados as consequências irão surgir – ele não estará imune ou salvo, pois colocou a integridade (moral, física e emocional) de uma pessoa em jogo, o que se torna sinônimo de mau caráter, de um ser indigno e desrespeitoso.

Liberdade e libertinagem

Liberdade e libertinagem, portanto, são termos que possuem significados distintos.

A relação entre ambas, entretanto, está muito próxima. A liberdade é o direito do cidadão de se movimentar e de se comportar conforme sua vontade – é um ato de independência, autonomia e espontaneidade. É um conceito associado com os valores morais de cada indivíduo.

E isso vale para a libertinagem, pois a fronteira entre as duas palavras irá variar conforme os próprios princípios e valores da pessoa. A libertinagem é o ato inconsequente, imprudente e que não segue regras.

Tem-se um exemplo claro de liberdade e libertinagem:

Um determinado indivíduo resolve sair à noite. Como está dirigindo, ele decide não ingerir qualquer bebida alcoólica, pois além de ser um ato que vai contra a lei, vai contra sua moral. Ele está praticando a sua liberdade de agir, de pensar e de se comportar.

Por outro lado, esse mesmo indivíduo – quando libertino – não pensaria duas vezes em ingerir bebida alcoólica, não prestando qualquer atenção em relação à importância da direção segura e do risco que se corre em dirigir alcoolizado. Este é um ato de libertinagem.

Manuel Bandeira e libertinagem

“Libertinagem” é o nome de um livro de poemas de autoria de Manuel Bandeira, publicado em 1930. É considerado o primeiro livro inteiramente modernista do autor, é a quarta obra de poemas dele, composto por 38 poemas, de linguagem livre e com temáticas inovadoras, como, por exemplo, cenas do dia a dia, recordações da infância, entre outras.

O significado de Libertinagem está na categoria Significados