Significado de Maniqueísmo

O que é Maniqueísmo

Maniqueísmo é uma filosofia que se baseia em uma doutrina religiosa que foi criada no século III na Pérsia (atual Irã) pelo filósofo cristão Mani ou Maniqueu, que prega a existência de um dualismo entre dois princípios opostos, o que divide o mundo basicamente entre o bem e o mal, ou entre Deus e o Diabo.

Dentro deste conceito, para os defensores do maniqueísmo, tudo que é matéria representa essencialmente o mal, enquanto o espírito está ligando intrinsecamente ao bem.

No que tange à religião, pode-se dizer que o maniqueísmo possui elementos sincréticos, já que misturava aspectos distintos de muitas doutrinas, casos do judaísmo, hinduísmo, cristianismo, budismo, zoroatrismo (antiga religião persa) para poder estabelecer um conceito singular para o maniqueísmo.

A palavra maniqueísmo é um substantivo masculino que acabou se tornando um adjetivo para definir toda e qualquer doutrina fundada nos princípios do Bem (Reino da Luz) e do Mal (Reino das Sombras

Por extensão, um dos significados do maniqueísmo parte da perspectiva de mundo em que há uma divisão entre aspectos incompatíveis e opostos

Esse conceito que ganhou bastante popularidade entre os romanos naquele período sobrevive até hoje, ainda convivendo em lado oposto a um mundo hoje mais relativista e de amplitude e diversidade de ideias.

O maniqueísmo tem sua origem ligada à queda do gnosticismo como influência no mundo greco-romano. Com isso, o maniqueísmo ganhou força prometendo a anunciação de uma verdade completa a partir de uma revelação divina, que purificasse e superasse as mensagens individuais das religiões que a própria doutrina bebia.

Isto é, colecionava retalhos de cada uma das filosofias religiosas, mas queria colocá-las sob uma nova perspectiva, que aparasse as arestas e aproveitasse apenas o que servisse aos propósitos maniqueístas. Ainda que Zoroastro, Buda e Jesus fossem chamados pelo profeta Maniqueu de “pais da Justiça”, pois teriam vindo à Terra para redimir os homens, Maniqueu seria o responsável em completar a obra divina.

A apalavra maniqueísmo tem como sinônimos os seguintes termos:

  • Divisão;
  • Dualidade;
  • Dualismo;
  • Oposição;
  • Separação.

Já os antônimos de maniqueísmo podem ser definidos como:

  • Homogeneidade;
  • Indivisibilidade;
  • Singularidade;
  • Unidade.

Maniqueísmo e cristianismo

Até por conta de sua característica sincrética, de agregar várias doutrinas dentro de uma nova, o cristianismo considerava a religião maniqueísta herética.

Um personagem bastante icônico por defender e depois atacar a filosofia maniqueísta é Santo Agostinho de Hipona. Por aproximadamente 10 anos ele se dedicou em estudos e produção de literatura que tratava do maniqueísmo, defendendo e dando suporte aos seus conceitos.

Porém, após se converter ao cristianismo, tornou-se um dos críticos mais ferrenhos à doutrina de Maniqueu. Apesar disso, teólogos e pesquisadores veem algumas das ideias basilares da filosofia religiosa no próprio pensamento cristão ocidental, atribuídas provavelmente a Santo Agostinho de Hipona.

Maniqueísmo político

O campo da política é um prato cheio para a disseminação do conceito de maniqueísmo. Mesmo sem saber, as pessoas defendem ideias, conceitos, teorias, sistemas, partidos, como se fossem a encarnação do “Bem” e o partido adversário, o conceito/teoria diferente é a elevação do “Mal”, a ameaça. No fim e ao cabo, é a ideia de santificar algum pensamento ou ator político, enquanto sataniza os argumentos ou personagens “inimigos”.

Esse maniqueísmo político tem sido bem comum nos últimos anos no Brasil, desencadeando uma desunião tamanha que tem colocado em risco inclusive a democracia no país.

O significado de Maniqueísmo está na categoria Significados