Significado de Sopro No Coração

O que é Sopro No Coração

Sopro no coração é como é chamado o ruído que surge com a passagem do sangue pelas estruturas que compõe o coração. Alguns defeitos no funcionamento do coração podem fazer com que esse ruído apresente características fisiológicas, funcionais ou patológicas. O sopro no coração também pode ser chamado de sopro cardíaco.

O sopro no coração ocorre em praticamente metade das crianças saudáveis e não representa nenhum risco ou indicação de algum comprometimento de sua saúde e de seu desenvolvimento.

Contudo, quando o sopro no coração ocorre em um adulto, geralmente indica algum tipo de complicação decorrente de cardiopatia causada pela febre reumática infantil, doença que também pode afetar o sistema osteoarticular e o sistema nervoso central.

Pode-se ouvir ou “auscultar” o sopro no coração quando o sangue passa por um orifício menor do que aquele que deveria. O ruído característico lembra aquele que se escuta quando se tem alguém assoprando sobre o ouvido.

Quando uma de nossas quatro válvulas cardíacas tem um de seus orifícios de passagem de sangue diminuído ou quando este apresenta algum tipo de defeito em seu funcionamento, teremos o sopro no coração, que não é uma doença, mas uma indicação que algo está fora da completa normalidade com o coração.

Causas do Sopro no Coração

Os sopros no coração do tipo fisiológicos ainda não têm uma causa definida e são relativamente comuns entre crianças. Logo após o nascimento, o sistema circulatório ainda está se desenvolvendo e o bebê pode apresentar sopros que atingem a valva tricúspide e a área pulmonar mas que em poucos dias somem.

Um outro exemplo de um sopro no coração que ocorre na idade infantil é aquele que por volta dos 5 ou 6 anos é indicado no ecocardiograma por um falso tendão que aparece no ventrículo esquerdo.

Os sopros no coração do tipo patológicos podem ser adquiridos ou ser congênitos. Podem ser causados, por exemplo, por alguma alteração na valva, orifícios pequenos encontrados no septo que separa os hemisférios do coração.

Podemos também encontrar como causa do sopro no coração a febre reumática, que decorre da reação imunológica sofrida no organismo quando atacados por antígenos ou pela bactéria estreptococo que afeta a garganta.

Algumas doenças degenerativas, raras na infância, também são causadoras do sopro no coração, por exemplo, a alteração da estrutura da valva aórtica e a coartação da aorta.

Diagnóstico

Ouvindo através do estetoscópio, tem-se quase sempre a impressão de que o sopro no coração é fisiológico. Contudo, há casos onde diagnósticos mais elaborados são necessários e o paciente que apresenta o sopro deve ser encaminhado para exames complementares, tais como ecocardiograma, raio x de tórax e eletrocardiograma.

Sintomas

Em crianças os sintomas não existem, porém, em algumas cardiopatias a criança apresenta língua, lábios e mãos arroxeados juntamente com o sopro no coração.

Outros sintomas do sopro no coração aparecem em certas doenças cardíacas, como a cardiopatia hipertrófica e a estenose da valva aórtica que provocam desmaios chamados síncopes, causados pela repentina diminuição do fluxo do sangue para a cabeça.

Tratamento

Em crianças a presença do sopro no coração não requer nenhum tipo de tratamento, excetuando-se casos extremante graves. Contudo, a grande maioria das doenças no coração congênitas requer intervenção cirúrgica. O paciente adulto não irá necessitar de uma intervenção cirúrgica se o sopro no coração for leve e sem maiores implicações cardíacas.

Prevenção

A grande maioria dos sopros no coração são considerados normais, de modo que não existem maneira de impedir a sua ocorrência. Por outro lado os sopros no coração considerados anormais também não podem ser prevenidos, sendo causados por doenças congênitas e infecções.

O significado de Sopro No Coração está na categoria Significados