Significado de Pleonasmo

O que é Pleonasmo

Pleonasmo é de origem grega (pleonasmos) com variação latina pleonasmu, e é uma figura de linguagem caracterizada pela redundância de palavras ou termos, bastante comum em literatura e poesia com o intuito de expressar maior vigor e clareza na mensagem. O Pleonasmo é considerado como uma espécie de vício de linguagem.

Exemplo de Pleonasmo

Um exemplo comum de pleonasmo é o trecho do poema Soneto de Fidelidade de Vinícius de Moraes “E rir meu riso e derramar meu pranto /Ao seu pesar ou seu contentamento”. Ou como também é observado na poesia de Manuel Bandeira, o Poema Só para Jaime Ovalle “Chovia uma triste chuva de resignação”.

Pleonasmo Intencional

Este tipo de pleonasmo tem o intuito de despertar a atenção do ouvinte ou leitor a mensagem que está sendo passada. É também conhecido como pleonasmo literário ou estilístico. Exemplos: “Ó mar salgado, quanto do teu sal / São lágrimas de Portugal” (Mar Português-Fernando Pessoa) ou “Morrerás morte vil na mão de um forte.” (Gonçalves Dias).

Pleonasmo Vicioso

Este modelo de pleonasmo é considerado desnecessário ou supérfluo uma vez que, a repetição realizada causa má impressão ou falta de domínio da língua portuguesa. Deste modo, é também utilizado o termo vício de linguagem. Alguns exemplos deste tipo de pleonasmo:

Hemorragia de sangue (Compreende que hemorragia é de sangue, deste modo não há porque mencionar o segundo, mas somente o primeiro);

Surdo dos ouvidos (A surdez é uma deficiência própria desta parte do corpo);

De chapéu na cabeça (O chapéu é um acessório que se usa sobre a cabeça);

Gritar bem alto (Gritar já é uma forma de enunciar algo em volume de voz acima do normal);

Certeza absoluta (se tem certeza sobre alguém ou algo a mesma por si só já basta);

Entrar para dentro (Quem entra é porque estava fora de algum lugar);

Sair para fora (Sair implica se retirar do interior de algum lugar);

Descer para baixo (Descer implica sair de uma parte mais elevada em direção a outra mais baixa);

Subir para cima (É o contrário do anterior, onde a saída é feita da parte baixa em direção a superior);

É fato real (O fato é por si só real, caso contrário, deixaria de ser fato);

Criar nova (Criar é iniciar ou começar aquilo que não existia);

Países do Mundo (Os países estão distribuídos e localizados no próprio mundo);

Suicidou a si mesmo (Suicídio é um ato cometido único e exclusivamente pela própria pessoa que tem o intuito de morrer).

Compartilhe este significado: