Significado de Símbolos da Páscoa

O que é - Símbolos da Páscoa

Entre os dias 22 de março e 25 de abril, os cristão de todo o mundo tradicionalmente comemoram a Páscoa. Esta é, juntamente com o Natal, uma das datas mais importantes para os cristãos e celebra a ressureição de Cristo três dias depois de ser morto crucificado, como conta a história relatada nos 4 evangelhos do Novo Testamento da Bíblia cristã.

A semana em que se comemora a Páscoa é chamada de Semana Santa, enquanto que o domingo de páscoa é aquele do primeiro final de semana imediatamente após o fim da quaresma, que se dá sempre na chamada sexta-feira santa. A quaresma é um período de quarenta dias em que os cristãos dedicam-se a penitencias e reflexões religiosas e começa na quarta-feira de cinzas logo depois do carnaval.

A tradição cristã de comemorar a Páscoa nesta época do ano deriva da tradição judia da Pessach, palavra hebraica que significa “passagem”, e é uma celebração tradicional que lembra a fuga dos hebreus que eram escravos no Egito. E apesar de a Páscoa ser uma festa religiosa, a data tal como acontece com o Natal, a cada ano é cada vez mais uma época de consumo e comércio do que propriamente um dia religioso, em que vender, comprar e comer chocolate tem se tornado o símbolo mais proeminente da festividade.

Principais Símbolo da Páscoa

Apesar de hoje em dia a palavra Páscoa evocar na maioria das pessoas a ideia de chocolate, coelhos e ovos de páscoa, fazendo desses hoje os seus símbolos mais reconhecidos pela sociedade de uma modo geral, a páscoa possui em realidade uma série de outros símbolos de significado mais profundos e religiosos.

Temos a Semana Santa, a semana que antecede a Páscoa propriamente dita e que tem início com o Domingo de Ramos. O Domingo de Ramos celebra a entrada de Jesus em Jerusalém, na célebre passagem em que Jesus entra na cidade montado em um burrinho e é recebido pela população que enfeitou a entrada de Jerusalém com folhas de palmeira.

Em algumas igrejas, na época da Páscoa vemos uma decoração inspirada nesta passagem, quando os paroquianos decoram a sua igreja com folhas de palmeira remetendo a chegada de Jesus a Jerusalém e simbolizando as boas-vindas ao Senhor.

A Semana Santa culmina com a Sexta-feira Santa, uma data que inspira muita reflexão e respeito nos católicos por que simboliza a crucificação de Jesus Cristo. No sábado, temos o chamado Sábado de Aleluia, o primeiro dia depois da quaresma, e no Domingo comemora-se a ressurreição de Cristo, temos a Páscoa.

Além das datas, do chocolate e do coelho e das folhas de Palmeira, temos ainda uma série de outros símbolos que tradicionalmente aparecem durante as celebrações da Páscoa.

Cordeiro – este é um símbolo importante da Páscoa herdado da tradição judia da Pessach, quando de acordo com os relatos bíblicos era tradicional sacrificar um cordeiro para a ocasião. Além disso o cordeiro simboliza também o cordeiro de Deus, ou seja, o próprio Jesus Cristo que foi crucificado para nos livras dos pecados de acordo com a tradição cristã.

Círio Pascal – trata-se de uma vela grande, usada especialmente durante a celebração de missas na Semana Santa. No Círio Pascal vemos as letras alfa e ômega como uma ornamentação e que significam início e fim. Costuma-se também inserir-se na vela cinco pontos durante a vigília pascoal, como símbolo das chagas de Cristo.

O Peixe – o peixe como um símbolo cristão, aparece durante o período de páscoa, e especialmente na Sexta-Feira Santa, onde é tradição que as refeições tenham peixe no cardápio. O Peixe remete aos apóstolos que eram todos pescadores e é também um símbolo ligado a era de Jesus na Terra a era de Peixes.

Além disso, encontramos a origem da tradição do peixe na páscoa num costume dos primeiros cristãos, que viam no peixe um símbolo da vida, e tinham na palavra IXTUS (peixe no idioma grego) um acróstico, Iesus Xristos Theos Huios, Sopter que pode ser traduzido como "Jesus Cristo, Filho de Deus, o Salvador".

Ovo de Páscoa – Ovos há muito tempo são considerados símbolo de vida, e entre os povos do mediterrâneo, dar ovos como presente, como símbolo de vida, é um costume antigo. Durante as festividades do início da primavera tinha-se o costume de cozinhar e decorar ovos que depois eram dados de presentes, simbolizando a vida e a fertilidade na época do ano em que se fazia o plantio.

A tradição continuou com o advento do Cristianismo ganhando um caráter mais cristão/católico e a partir do século XX e com a força das industrias a tradição se transformou no costume de comprar e presentear com ovos de chocolate.

Coelho de Páscoa – o coelho como um animal capaz de se reproduzir rápido e com grandes ninhadas passou a ser também associado como um símbolo de vida e fertilidade. E assim foi associado a Páscoa, uma festa que celebra ressurreição de Cristo e um Deus vivo.

Na primavera os coelhos eram os primeiros animais a saírem de suas tocas, o que também contribuiu para que se transformam-se em um símbolo para essa época do ano.

O significado de Símbolos da Páscoa está na categoria Significados