Significado de Zoroastrismo

O que é Zoroastrismo

Zoroastrismo é um substantivo masculino. O termo vem de Zoroastro, que deriva do Latim e Grego zoroaster, do Persa zarathushtra, que significa “aquele cujos camelos são velhos”.

O significado de Zoroastrismo é o nome utilizado para designar uma religião antiga na Pérsia, que tinha como principal visão o dualidade permanente entre duas ideias.

Ou seja, o zoroastrismo representava a dualismo permanente entre o bem e o mal.

O zoroastrismo também é uma religião conhecida como Masdeísmo. Acredita-se que ela tenha sido instituída pelo profeta Zaratustra, também conhecido como Zoroastro, em meados no século VI a.C., quando este presenciou uma imagem de um “ser de luz”, apresentando-se como Ahura Mazda (Deus, para a religião cristã), criador de todas as coisas boas.

Zoroastro foi responsável por reformar os padrões religiosos da época, principalmente porque naquela época grande maioria pregava o politeísmo. O zoroastrismo é uma religião monoteísta – acredita somente em um “Deus” (este sendo a divindade Ahura Mazda) – e tem dois princípios fundamentais:

  1. A existência de Deus, como comentado acima, e do Diabo;
  2. A voltado do Paraíso à Terra.

A representação do mal é feita por Aritmã (Ahriman), mas não era considerado uma divindade como Ahura Mazda. Aritmã é uma energia negativa, que causa as doenças, as mortes, a fome, os desastres naturais e o que mais acontece de ruim para com o meio ambiente e as pessoas. Ou seja, é o princípio destrutivo que rege a fúria, a ganância e as trevas.

Para o zoroastrismo, o livro sagrado é o Avesta. Assim como a Bíblia, o Avesta é um livro caracterizado pelo conjunto de escritos de diversos autores e em momentos distintos. Porém, o Avesta e a Bíblia possuem uma diferença interessante: o Avesta é quase todo formado por orações, existindo poucas narrativas.

Um exemplo é o Livro de Gathas, um dos mais importantes do Avesta. Nele, existem 17 cânticos sagrados que foram escritos pelo próprio Zoroastro.

Outro detalhe do zoroastrismo, mais especificamente do Avesta, é a existência dos Amesha Spentas, que quer dizer “Imortais Sagrados” – são manifestações espirituais de Ahura Mazda, personificando elementos abstratos, que são:

  • Representa a personificação do fogo: Asha Vahishta,
  • Representa a personificação dos animais: Vohu Manah,
  • Representa a personificação da terra: Spenta Ameraiti,
  • Representa a personificação da água: Hauravatat,
  • Representa a personificação do céu e dos metais: Khashathra Vairya,
  • Representa a personificação das plantas: Ameretat.

A queda do império Sassânida culminou com a queda da própria predominância do zoroastrismo como religião principal da região que atualmente é o Oriente Médio, que foi substituída pelo Islamismo.

Ainda existem fiéis do zoroastrismo na região, grande parte indianos.

Para o zoroastrismo, cabe destacar, cada ser humano tem dentro de si a possibilidade de escolher entre o bem e o mal – sendo esta uma visão próxima do Hinduísmo.

Zoroastrismo e Cristianismo

O Zoroastrismo e o Cristianismo possuem algumas semelhanças curiosas, especialmente em pontos como:

  • A ressureição dos mortos,
  • O Juízo Final,
  • A vinda do Messias Salvador,
  • A imortalidade da alma.

Assim como descrito na Bíblia, na visão do zoroastrismo também irá ocorrer: a grande batalha final entre o bem e o mal, onde Ahriman será derrotado e o bem prevalecerá (na Bíblia, há semelhança com o Armageddon).

O zoroastrismo pode ser citado como uma religião que influenciou não somente o cristianismo, mas também o maniqueísmo e o judaísmo, por exemplo.

O significado de Zoroastrismo está na categoria Significados